FEIRA PRESENCIAL

25 a 29 de Abril de 2022 | 8h00 - 18h00
Ribeirão Preto - SP - Brasil

BRASIL PODE CONTRIBUIR PARA AMPLIAR A PRODUTIVIDADE E MECANIZAÇÃO DA AGRICULTURA NA ÁFRICA E NA AMÉRICA LATINA

Programas internacionais são fundamentais para promover a exportação de tecnologias brasileiras para mercados mundiais que buscam ampliar sua atividade agropecuária
 

Os avanços do agronegócio nacional na última década registrados no Censo Agropecuário 2017, divulgado recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), reforçam o potencial do Brasil para contribuir para o desenvolvimento econômico e social em nações com características agropecuárias semelhantes às brasileiras, em especial da África e da América Latina. Em 2017, 77% dos estabelecimentos agropecuários no Brasil foram classificados como agricultura familiar, um aspecto similar a esses países.

Além disso, o Brasil pode auxiliar no aumento da produtividade de diversas culturas existentes em países do continente africano e americano. De 2006 a 2017, em praticamente todas as culturas houve um incremento substancial de produtividade: o milho saltou em média 57%, o arroz, 60%, o feijão, 46% e a soja, 30%, por exemplo. O total da área irrigada cresceu 47,6% - um aumento de mais de 50% no período.  

A mecanização no campo também é outra área em que o Brasil pode levar tecnologia inovadora. A área de máquinas, equipamentos e implementos agrícolas, segundo os dados do IBGE, apresentou um aumento no número de
estabelecimentos agropecuários com semeadeiras, plantadeiras, colheitadeiras, adubadeiras e distribuidoras de calcário. Já os tratores tiveram uma alta de cerca de 50% no período, passando de 820.718 para 1.229.907.

Esse cenário reforça a importância da continuidade e da ampliação de programas internacionais públicos e privados, que incentivem as empresas brasileiras a exportar seu capital tecnológico para contribuir no incremento de produtividade de lavouras de outros países. “O Programa Mais Alimentos Internacional, por exemplo, já proporcionou o acesso de milhares de produtores rurais do Senegal, Zimbábue, Gana, Quênia e Moçambique a máquinas, equipamentos e implementos agrícolas com alta tecnologia”, relembra Patrícia Gomes, diretora executiva de Mercado Externo da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). 

Outra iniciativa importante é o The Green Imperative Project, estruturado pela Fundação Getulio Vargas (FGV-Projetos), que visa implementar um pacto tecnológico com o Brasil para fomentar o setor agroindustrial nigeriano de maneira sustentável por meio do desenvolvimento de um plano de negócios integrado que abranja: treinamento de mão de obra, racionalidade financeira e aumento da produtividade por meio da mecanização do campo. A previsão de investimento é de R$ 1,1 bilhão em exportação de bens e serviços.  

Patrícia analisa que o Brasil é uma referência mundial no agronegócio, com tecnologia, conhecimento técnico e experiência em pesquisa e inovação para promover avanços importantes em nações que buscam melhorar expandir a agricultura familiar e as atividades agroindustriais, a fim de diminuir a questão da insegurança alimentar local e diminuindo os riscos de desnutrição, fome e mortes decorrentes dessa situação. “Na última década, o Brasil conseguiu aumentar os rendimentos (produtividade) das culturas sem elevar a área plantada, por meio do uso de equipamentos com alta tecnologia embarcada e de processos de mecanização, automação e gerenciamento da área
cultivada. Por isso, devemos exportar todas as nossas conquistas, contribuindo para uma melhora na qualidade e diversidade de alimentos no mundo”, finaliza.  

As novidades para agricultura familiar e para agroindústria brasileira e internacional estarão na Agrishow 2020 – 27ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, que ocorrerá entre os dias 27 de abril e 1º de maio, na
cidade de Ribeirão Preto (São Paulo). A feira é uma iniciativa das principais entidades do agronegócio no país: Abag – Associação Brasileira do Agronegócio, Abimaq – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, Anda – Associação Nacional para Difusão de Adubos, Faesp – Federação da Agricultura e da Pecuária do Estado de São Paulo e SRB - Sociedade Rural Brasileira. O evento é organizado pela Informa Markets, principal promotora de feiras de negócios no Brasil e no mundo. 


Mais informações:

AGRISHOW 2020 – 27ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação
Local: Rodovia  Antônio  Duarte  Nogueira, Km 321 - Ribeirão Preto (SP)
www.agrishow.com.br 


Sobre a Informa Markets 

A Informa Markets cria plataformas para indústrias e mercados especializados para fazer negócios, inovar e crescer. Nosso portfólio global é composto por mais de 550 eventos e marcas internacionais, sendo mais de 30 no Brasil, em mercados como Saúde e Nutrição, Infraestrutura, Construção, Alimentos e Bebidas, Agronegócio, Tecnologia e Telecom, Metal Mecânico, entre outros. Oferecemos aos clientes e parceiros em todo o mundo oportunidades de networking, viver experiências e fazer negócios por meio de feiras e eventos presenciais, conteúdo digital especializado e soluções de inteligência de mercado, construindo uma jornada de relacionamento e negócios entre empresas e mercados 365 dias por ano. 
Para mais informações, visite www.informamarkets.com. 

Assessoria de Imprensa da Agrishow 2020
Mecânica Comunicação Estratégica
Tels.: (11) 3259-6688/1719
E-mail.: [email protected]

Assessoria de Imprensa da Agrishow 2019

Mecânica de Comunicação Ltda.
E-mail.: [email protected]